Clique abaixo para nos ajudar
Conectar-se

Esqueci minha senha

Estamos no Facebook
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Quem está conectado
26 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 25 Visitantes :: 1 Motor de busca

paulo2015vfpti

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 468 em 1/3/2012, 10:43
TRY BEGIN E FLOCK()

17/4/2017, 10:32 por AJC

Pessoal estou tendo alguns problemas de gravação em rede, estou usando
try begin, mas vi algo na …

Comentários: 0

Exportar Dados Campo Memo Tabela DBF

10/4/2017, 10:28 por fcampos

Olá bom dia.

Estou tentando exportar os dados de algumas tabelas em formato dbf pelo foxpro.
O …

Comentários: 2

Função EVL()

8/4/2017, 12:18 por Clebervfp

Bom dia a todos.
Vim compartilhar de uma Função do próprio VFP que me benefício muito.
Função …

Comentários: 0

COMO BLOQUEAR REGISTRO OU TABELA NO VISUAL FOXPRO PARA GRAVAÇÃO EM REDE

3/4/2017, 10:29 por AJC

Pessoal estou tendo um problema que acontece sempre busco na minha tabela de clientes o ultimo …

Comentários: 2

Controlar Scanner Twain

31/3/2017, 17:31 por Kleber R Bento

Estou usando o EZTW32.DLL para criar uma ferramenta que escaneia e gera PDF. Porém com esses …

Comentários: 0

Estatísticas
Temos 7079 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de albsilva

Os nossos membros postaram um total de 48 mensagens em 25 assuntos

Tipos de Comandos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tutorial Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 24/7/2009, 16:34

DML - Linguagem de Manipulação de Dados
A DML (Data Manipulation Language - Linguagem de Manipulação de Dados) é um subconjunto da linguagem usada para selecionar, inserir, atualizar e apagar dados.

- SELECT: Comanda e permite ao usuário especificar uma query como uma descrição do resultado desejado.
- INSERT: Usada para somar uma fila (formalmente uma tupla) a uma tabela existente.
- UPDATE: Muda os valores de dados em uma fila de tabela existente.
- DELETE: Permite remover filas existentes de uma tabela;
- BEGIN WORK (ou START TRANSACTION, dependendo do dialeto SQL): Usado para marcar o começo de uma transação de banco de dados que pode ser completada ou não.
- COMMIT: Envia todos os dados das mudanças permanentemente.
- ROLLBACK: Faz com que as mudanças nos dados existentes desde que o último COMMIT ou ROLLBACK sejam descartadas.

Obs: COMMIT e ROLLBACK interagem com áreas de controle como translação e locação. Ambos terminam qualquer translação aberta e liberam qualquer cadeado ligado a dados. Na ausência de um BEGIN WORK ou uma declaração semelhante, a semântica de SQL é dependente da implementação.

======================

DDL - Linguagem de Definição de Dados
Uma DDL (Data Definition Language - Linguagem de Definição de Dados) permite ao usuário definir tabelas novas e elementos associados.
A maioria dos bancos de dados de SQL tem extensões proprietárias no DDL.

- CREATE: Cria um objeto (uma Tabela, por exemplo) dentro do base de dados.
- DROP: Apaga um objeto do banco de dados.
- ALTER: Usado por alguns sistemas de banco de dados para permitir ao usuário alterar um objeto, por exemplo, adicionando uma coluna a uma tabela existente.

======================

DCL - Linguagem de Controle de Dados

O DCL (Data Control Language - Linguagem de Controle de Dados) controla os aspectos de autorização de dados e licenças de usuários para controlar quem tem acesso para ver ou manipular dados dentro do banco de dados.

- GRANT: Autoriza ao usuário executar ou setar operações.
- REVOKE: Remove ou restringe a capacidade de um usuário de executar operações.


Última edição por Marcos Guedes em 8/1/2010, 14:43, editado 3 vez(es)

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 10:53

Tipos de Tabelas

- MyISAM: Tipo de tabela baseada no código ISAM possuindo várias extensões úteis, onde o índice é armazenado em um arquivo com extensão .MYI (MYIndex), e os dados são armazenados em um arquivo com a extensão .MYD (MYData)[i]. Você pode verificar/reparar tabelas MyISAM com o utilitário myisamchk.

- Merge [i](também conhecida como tabela MRG_MyISAM)
: Coleção de tabelas MyISAM idênticas. Você só pode fazer SELECT, DELETE, e UPDATE da coleção de tabelas. Ao fizer um DROP numa tabela MERGE, você só está apagando a especificação de MERGE.

- HEAP: Utilizam hashing 100% dinâmico sem áreas em excesso. Não há espaços extras necessários para listas livres. Tabelas HEAP também não têm problemas com deleção + inserção, o que normalmente é comum em tabelas com hash:

- InnoDB: Provê o MySQL com um mecanismo de armazenamento seguro com transações (compatível com ACID) com commit, rollback, e recuperação em caso de falhas. InnoDB faz bloqueio a nível de registro e também fornece uma leitura sem bloqueio em SELECT em um estilo consistente com Oracle. Estes recursos aumentam a performance e a concorrência de multi-usuários. InnoDB é o primeiro gerenciador de armazenamento no MySQL que suportam restrições FOREIGN KEY.

BerkeleyDB ou BDB: Disponível em http://www.sleepycat.com/ tem favorecido o MySQL com um mecanismo de armazenamento transacional. Tabelas BDB podem ter maior chance de sobrevivência a falhas e também são capazes de realizar operações COMMIT e ROLLBACK em transações.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 11:46

Tipos de Campos

Tipos numéricos: Podem se dividir em dois grandes grupos, os que estão em vírgula flutuante (com decimais) e os que não.

- TinyInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -128 até 127.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 255.

- Bit ou Bool: Um número inteiro que pode ser 0 ou 1.

- SmallInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -32768 até 32767.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 65535.

- MediumInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -8.388.608 até 8.388.607.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 16777215.

- Integer, Int: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -2147483648 até 2147483647.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 4.294.967.295.

- BigInt: Número inteiro com ou sem sinal.
Com sinal a margem de valores válidos é desde -9.223.372.036.854.775.808 até 9.223.372.036.854.775.807.
Sem sinal, a margem de valores é de 0 até 18.446.744.073.709.551.615.

- Float: Número pequeno em vírgula flutuante de precisão simples.
Os valores válidos vão desde -3.402823466E+38 até -1.175494351E-38,0 ou desde 175494351E-38 até 3.402823466E+38.

- xReal, Double: Número em vírgula flutuante de dupla precisão.
Os valores permitidos vão desde -1.7976931348623157E+308 até -2.2250738585072014E-308, 0 e desde 2.2250738585072014E-308 até 1.7976931348623157E+308.

- Decimal, Dec, Numeric: Número em vírgula flutuante desempacotado. O número armazena-se como uma cadeia.

===========================

Tipos de data: Na hora de armazenar datas, o MySQL não verifica de uma maneira restrita se uma data é válida ou não. Simplesmente comprova que o mês está compreendido entre 0 e 12 e que o dia está compreendido entre 0 e 31.

- Date: Tipo data, armazena uma data.
A margem de valores vai desde o 1 de Janeiro de 1001 ao 31 de dezembro de 9999.
O formato de armazenamento é de ano-mes-dia.

- DateTime: Combinação de data e hora.
A margem de valores vai desde o 1 de Janeiro de 1001 às 0 horas, 0 minutos e 0 segundos ao 31 de Dezembro de 9999 às 23 horas, 59 minutos e 59 segundos.
O formato de armazenamento é de ano-mes-dia horas:minutos:segundos.

- TimeStamp: Combinação de data e hora.
A margem vai desde o 1 de Janeiro de 1970 ao ano 2037.

- Time: Armazena uma hora.
A margem de horas vai desde -838 horas, 59 minutos e 59 segundos.
O formato de armazenamento é 'HH:MM:SS';

- Year: Armazena um ano.
A margem de valores permitidos vai desde o ano 1901 ao ano 2155.
O campo pode ter tamanho dois ou tamanho 4 dependendo de se queremos armazenar o ano com dois ou quatro algarismos.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 11:59

Tipos de cadeia

- Char( n ): Armazena uma cadeia de longitude fixa. A cadeia poderá conter desde 0 até 255 caracteres.

- VarChar( n ): Armazena uma cadeia de longitude variável.
A cadeia poderá conter desde 0 até 255 caracteres.
Dentro dos tipos de cadeia pode-se distinguir dois subtipos, os tipo Text e os tipo Blob (Binary Large Object).
1. Text: Ordena-se sem ter importância as maiúsculas e as minúsculas e no tipo.
2. Blob: Ordena-se tendo em conta as maiúsculas e minúsculas.
Os tipos blob utilizam-se para armazenar dados binários como podem ser ficheiros.

- TinyText e TinyBlob: Coluna com uma longitude máxima de 255 caracteres.

- Blob e Text: Texto com um máximo de 65535 caracteres.

- MediumBlob e MediumText: Texto com um máximo de 16.777.215 caracteres.

- LongBlob e LongText: Um texto com um máximo de caracteres 4.294.967.295.
Devido aos protocolos de comunicação os pacotes podem ter um máximo de 16 Mb.

- Enum: Campo que pode ter um único valor de uma lista que se especifica. O tipo Enum aceita até 65535 valores diferentes;

- Set: Um campo que pode conter nenhum, um ou vários valores de uma lista. A lista pode ter um máximo de 64 valores.

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 12:03

Alterando campos da tabela

- Alterando o campo "nome" da tabela Acervo::
Código:
ALTER TABLE Acervo MODIFY nome varchar(40);
- Inserindo uma nova coluna com nome "data_lancamento".
Código:
ALTER TABLE Acervo ADD data_lancamento date;
- Removendo uma coluna com nome "data_lancamento".
Código:
ALTER TABLE Acervo DROP data_lançamento;

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 13:01

Carregando uma tabela a partir de um arquivo texto.

Crie um arquivo texto arquivo.txt contendo um registro por linha, com valores separado por tabulações e na mesma ordem em que as colunas foram listadas na instrução CREATE TABLE. Caso você não saiba que informação colocar em algum campo, você pode usar valores NULL.
Para representá-lo em seu arquivo texto, use \N (barra invertida N maíusculo).
Código:
mysql> LOAD DATA INFILE "arquivo.txt" INTO TABLE Acervo;

Usando campo de auto icremento:
Código:
CREATE TABLE locadora(cod_filme int AUTO_INCREMENT, nome VARCHAR(20), gênero VARCHAR(20), censura INT, duração TIME,

PRIMARY KEY(cod_filme));

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 25/7/2009, 16:58

Algumas funções interessantes:

- CURDATE(): Retorna o valor da data atual (data do sistema).

- DATEDIFF(data1, data2): Retorna a diferença, em dias, entre duas datas (data1-data2).

- MONTH(data): Retorna o mês de uma campo do tipo date.

- ROUND(numero_flutuante): Arredonda para o número mais próximo. Seu comportamento quando o argumento está no meio do caminho entre dois inteiros depende da implementação da biblioteca C.

- TRUNCATE(X,D): Retorna o número X, truncado para D casas decimais. Se D = 0, o resultado não terá ponto decimal ou parte fracionária:


Mais funções para manipulação de campos date/time:
http://dev.mysql.com/doc/refman/4.1/pt/date-and-time-functions.html

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por hugo em 11/1/2010, 18:32

eh fi

acho que este tuto vai ter que continuar, hehehe

valeu

_________________
"A tristeza é a falta de alegria, mais sem ela eu não poderia entender a alegria do fato de que a felicidade existe!"
Helio Leites - http://www.youtube.com/watch?v=3NUEXX_yOL0
avatar
hugo
Usuário 5 Estrelas
Usuário 5 Estrelas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Marcos Guedes em 11/1/2010, 19:01

@hugo escreveu:eh fi

acho que este tuto vai ter que continuar, hehehe

valeu
na verdade, muita coisa vai ter que continuar quando começarmos o projeto.
Very Happy

Este tutorial é um deles.
Smile

_________________
Marcos Guedes - Programador e desenvolvedor Web.


Visite o nosso portal:
http://portal.programacaobrasil.com

Marcos Guedes
Webmaster
Webmaster


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Brunoads em 4/3/2010, 13:53

Sobe !
avatar
Brunoads
Começando a Participar
Começando a Participar


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tutorial Re: Tipos de Comandos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum